Últimas Notícias

8 em cada 10 pessoas pedem demissão do chefe

O “chefe ruim” se tornou uma lenda e faz parte da cultura de trabalho, permeando filmes e séries de TV. Mas, na vida real, não há nada de engraçado em relação a ele. Oito em cada dez profissionais pedem demissão por causa do chefe, é o que aponta um estudo publicado pela Universidade do Estado da Flórida. De acordo com o trabalho:

– 39% dos trabalhadores disseram que o seu supervisor não consegue cumprir as promessas;

– 27% afirmaram que o seu supervisor fez comentários negativos sobre eles para os outros funcionários;

– 24% indicaram que o seu chefe invadiu sua privacidade;

– 23% disseram que seu supervisor culpava os outros para encobrir erros pessoais ou minimizar a situação.

São números alarmantes, mas muito comuns. Aqui na nossa região, em um levantamento realizado pela CliQue RH, um ponto unânime que desmotiva os colaboradores é a falta de feedback. Segundo diversos trabalhadores, o chefe só passa feedback quando há algo errado, nunca para conversar sobre o desempenho como um todo.

Se você é líder, ou deseja ser um, estes são importantes indicadores para melhorar sua capacidade de liderança:

1) Fornecer constantes feedbacks:
O líder deve conversar frequentemente com seus subordinados e apontar quais são os pontos que seu funcionário precisa melhorar e aqueles que ele está cumprindo satisfatoriamente. Ele precisa sempre apontar para seus liderados o que está errado e como fazer para melhorar, como também elogiar e reconhecer. Um gestor que sabe valorizar e comunicar cada pequena ação de seus comandados tem tudo para ser um líder respeitado. Manter o time motivado ajuda na conquista de resultados, e isso passa pela valorização constante do gestor com sua equipe;

2) Cumprir suas promessas e agir de acordo com o que fala:
Um bom exemplo de líder é aquele que costuma participar de atividades fundamentais e decisões estratégicas que causam impacto no resultado da equipe. É também aquele que inspira e traz bons exemplos ao seu time. Ele é a figura central e a quem seus liderados precisam recorrer em ocasiões mais delicadas. E nada desmotiva mais um profissional no mundo de hoje do que um chefe que só fala mas não vive o que diz;

3) Treinar sua equipe:
Um dos aspectos mais importantes para o sucesso de um colaborador em uma empresa passa pelo processo de treinamento e desenvolvimento. Um funcionário precisa ser constantemente treinado para que seus conhecimentos sejam renovados e ele tenha acesso a informações que o ajudem a desempenhar sua função de maneira mais eficiente e assertiva.

Ivana Anselmo Souza Torres

Possui graduação em Psicologia pela UNISUL. Pós Graduação em Gestão de Pessoas pela FASC. Personal e Profissional Coaching pela Sociedade Brasileira de Coaching. Atualmente trabalha na CliQue RH consultoria na área de gestão de pessoas para diversas empresas da região da AMUREL. Instrutora de treinamento nas áreas de desenvolvimento de lideranças, gestão de pessoas, ética e postura profissional, relacionamento interpessoal, dependência química, vida e carreira entre outros. Colunista do Jornal Diário do Sul na área de Psicologia e desenvolvimento.
Ivana Anselmo Souza Torres

Últimos posts por Ivana Anselmo Souza Torres (exibir todos)