Últimas Notícias

O que é salário compatível com a função?

Em muitos anúncios de vagas de emprego, após uma breve descrição da vaga, encontramos a frase: “salário compatível com a função”.

No início desse ano realizamos uma pesquisa com mais de 6 mil seguidores nas nossas redes sociais sobre isso. A pergunta era:  Quando você lê em um anúncio de vaga a frase: "Salário compatível com a função"Você sabe quanto é o salário?

95% dos participantes da pesquisa responderam “não”.

Quando falamos em salário compatível, nos baseamos na média salarial paga pelo mercado, ou seja, o salário médio praticado pelas empresas da região para aquela determinada vaga. Por exemplo, hoje na região de Tubarão, um assistente administrativo ganha em média, de R$1800 a R$2600. É uma média, não é algo rígido. Algumas empresas podem pagar mais e outras menos. Porém, com base nessa média, sabemos se o salário está compatível com o mercado.

Porém, compreendemos que a grande maioria das pessoas não tem ideia de quais são os salários pagos pelo mercado, isso não foi surpresa para nós. A média salarial varia muito, dependendo do segmento da empresa, do porte e da região. Além disso, tem as variações de acordo com os conhecimentos, as atitudes e as experiências dos próprios profissionais que nela trabalham.

Por isso, nossa sugestão é não colocar no anúncio de vaga a frase: “salário compatível com a função”. A empresa pode escolher entre divulgar o salário exato oferecido para a oportunidade ou não divulgar.

Na maioria das empresas que prestamos serviço, nós divulgamos o salário somente para os candidatos que são convidados a participar da seleção. Mas, isso pode variar. Em algumas oportunidades, quando sabemos que estamos pagando um salário “atrativo”, ou seja, acima do que a maior parte das empresas oferece, divulgamos o salário no anúncio para atrair um maior número de candidatos. Isso, depende muito da empresa, tem aquelas que não querem divulgar salários em anúncios e outras que divulgam abertamente.

Ivana Anselmo Souza Torres

Possui graduação em Psicologia pela UNISUL. Pós Graduação em Gestão de Pessoas pela FASC. Personal e Profissional Coaching pela Sociedade Brasileira de Coaching. Atualmente trabalha na CliQue RH consultoria na área de gestão de pessoas para diversas empresas da região da AMUREL. Instrutora de treinamento nas áreas de desenvolvimento de lideranças, gestão de pessoas, ética e postura profissional, relacionamento interpessoal, dependência química, vida e carreira entre outros. Colunista do Jornal Diário do Sul na área de Psicologia e desenvolvimento.
Ivana Anselmo Souza Torres

Últimos posts por Ivana Anselmo Souza Torres (exibir todos)