Últimas Notícias

Qual o valor da amizade para você?

Agora em julho comemoramos o Dia do Amigo. Em meio à pandemia, sabemos que precisamos ficar afastados e que de certa forma os contatos pessoais com amigos estão sendo evitados. Mas o amigo continua amigo e ainda bem que possuímos a internet para nos auxiliar a ficar mais próximos. Afinal, amigos são muito importantes em nossa vida.

Estava lendo uma reportagem em uma revista que dizia que quem tem amigos tem mais saúde, é mais produtivo no trabalho e lida melhor com as pressões da vida. A reportagem também destacou que a pessoa na adolescência reserva mais de 30% do seu tempo para os amigos e na vida adulta esse número cai para menos de 10%.

Os amigos nos impulsionam, nos dão força e nos fazem prosseguir quando não sentimos tanta vontade. É muito bom passar algum tempo junto com os amigos, torna a vida mais leve. É o que salienta a reportagem.

O desafio está em equilibrar nossa vida agitada, quando nos é cobrado cada vez mais resultados no trabalho, quando precisamos alcançar diversas metas – o que nos faz trabalhar cada vez mais – e ainda assim conseguir reservar tempo para estar com a família, cuidar da saúde física e nutrir bons relacionamentos com os amigos.

Você consegue investir tempo no relacionamento com os amigos?

Ter um amigo no qual podemos confiar e partilhar nossas dificuldades, nossos medos e os mais diversos sentimentos é uma dádiva. É muito bom saber que podemos nos “abrir” para um outro ser humano, desabafar e também ouvir as ideias de quem confiamos.

Amigos verdadeiros não aparecem de repente na nossa vida. Precisamos construir essa amizade. Amizade requer investimento. Para ter amigos, você precisa ser um. Precisa se importar com outras pessoas além de você e de sua família.

Se a amizade é um valor para você, você se importa com o que acontece com os seus amigos, gosta de estar presente nos momentos importantes da vida deles e estar em contato.

Hoje, com o avanço da tecnologia, é quase impossível não estar em contato com alguém quando se tem vontade. O afastamento social não pode criar distanciamento. Uma mensagem no celular, um e-mail são coisas que podemos fazer em menos de um minuto. Coisas simples que podem nos aproximar dos amigos sem precisar necessariamente estar ao lado deles. Claro que a relação cara a cara é importante, mas se não conseguimos focar nisso no momento, então que seja um ‘olá’ por mensagem ou um telefonema. O importante é a pessoa saber que você se importa, que mesmo não estando presente você se interessa pela vida dela.

Dessa forma, ela passará a se importar com você também. E se preocupará em estar em contato com você. A confiança cresce e provavelmente se você continuar investindo na amizade terá um amigo verdadeiro para todos os momentos de sua vida.

Os amigos de verdade são para a vida toda, às vezes mais presentes, às vezes menos. Mas sempre estarão ali, invista neles.

Samanta Silva Villvock

Cursando a oitava fase do curso de Psicologia pela UNISUL. Possui curso de recrutamento e seleção de pessoas por competências. Experiência na área administrativa e financeira da UNISUL por três anos. Atou na área de Gente e Gestão de uma revendedora Ambev. Atualmente trabalha na CliQue RH com relacionamento ao cliente e candidato e em consultorias.
Samanta Silva Villvock

Últimos posts por Samanta Silva Villvock (exibir todos)